terça-feira, 12 de agosto de 2008

Adriana Amorim

BAILARINA DE MONTES CLAROS ENTRA PARA A CIA. SP
ADRIANA AMORIM é selecionada entre 815 candidatos na audição para a nova companhia de dança paulista


Jerúsia Arruda



No dia 26 de fevereiro a São Paulo Companhia de Dança (SPCD), nova companhia do estado, promoveu uma audição para selecionar os bailarinos que vão integrar o elenco. Um total de 815 bailarinos de todo Brasil e de outros países participaram da audição, para concorrer às vagas oferecidas pela cia.
Entre os bailarinos selecionados, a mineira de Montes Claros, Adriana Amorim foi um dos destaques.
Aos 25 anos, nove deles vividos em Ribeirão Preto, Adriana se prepara para uma nova fase em sua carreira.
- No último domingo ela fez sua última apresentação com a companhia de dança Renata Celidônio, em Ribeirao Preto, onde foi surpreendida com uma homenagem dos amigos e colegas. Na segunda-feira, se mudou para São Paulo e se prepara para integrar à Cia – conta a mãe, Rita de Cássia Amorim.

TRAJETÓRIA
Adriana iniciou na dança ainda menina, com a professora e bailarina Adriana Camargo, em Montes Claros. Rita de Cássia conta que desde cedo Adriana se interessou pelas aulas e foi se entusiasmando, até decidir que essa seria a profissão que queria seguir.
- A dança sempre esteve presente em sua vida. A princípio pensamos que fosse entusiasmo de adolescente, mas com o tempo ela foi se envolvendo de tal forma que decidimos dar todo apoio. Ainda adolescente se mudou para Belo Horizonte e depois para ribeirão Preto, onde continuou os estudos – conta Rita de Cássia.
De origem humilde, desde sua chegada em Ribeirão Preto, em 1999, Adriana teve que persistir para conseguir se manter na escola de dança Renata Celidônio, onde conseguiu uma bolsa de estudos. Nesse período, também participou da Riscas Cia. de Dança, do coreógrafo Edinho. O talento e a persistência ajudaram na consquista de uma vaga na Companhia Sesi/Minas, de Belo Horizonte, especializada em balé clássico e neo-clássico. Em seguida, foi trabalhar como dançarina a bordo de um navio. Por um ano, conheceu vários países da Ásia e, no cruzeiro, dançava jazz, dança de salão e samba.
Logo se mudou para a Alemanha, onde participou do espetáculo Viva Brasil num parque chamado Tropical Island, que fica perto de Berlim e por meio de tecnologia mantém a temperatura de países tropicais. Durante esse período, o balé ficou de lado porque não tinha tempo para estudar.
De volta ao Brasil, seis anos depois, em 2005, Adriana se apresentou no festival Dança Ribeirão e se reintegrou à escola de dança Renata Celidônio, agora transformada em uma organização não-governamental, a Finac, que garantiu aulas gratuitas a Adriana graças a patrocínios. O longo tempo longe do balé e as mudanças no corpo exigiram ainda mais dedicação e muitas dores para ficar pronta para voltar ao palcos com o balé clássico.

LONGE DE CASA
Rita de Cássia diz que mesmo sentindo muitas saudades da filha, sabe que é preciso dar apoio e buscar recursos para que a filha relize seus sonho.
- Quando ficou sabendo da audição da SPCD, Adriana nos ligou, disse que queria muito tentar. Fizemos um esforço, mandamos o dinheiro e ela se inscreveu. Logo que terminou a primeira etapa, ela nos ligou na maior alegria e disse que tinhas sido classificada para a segunda etapa. Aí, foi uma das selecionadas e agora já está em Sao Paulo, preparando documentação e fazendo os exames para se integrar efetivamente na nova cia. Ela está muito feliz, e nós também. Valeu a pena todo o esforço que ela fez. E mesmo com todas as dificuldades, a distância da família e dos amigos de sua terra natal, fico feliz que ela não tenha desistido dos sonhos – comemora Cassia, que também é mãe de Andrea Murta e Felipe.
Agora, pronta para integrar a SPCD, Adriana se prepara para uma nova fase de sua carreira. Além de ser mais uma companhia nacional, a oferece um salário inicial para Bailarino I tem de R$ 4.500; bailarino II, de R$ 6.000; bailarino III ou solista, R$ 8.000, e estagiário, R$ 1.000. Porém, todos os selecionados para bailarinos começam ganhando R$ 4.500, os solistas serão escolhidos depois que os trabalhos começarem, em abril.

Um comentário:

  1. Gostaria de saber qdotera novas audiçoes para inegrar a cia?

    ResponderExcluir

É uma prazer receber sua visita. Obrigada pelo comentário.