segunda-feira, 23 de março de 2009

Sarney Jamesoli

Da Música para o Teatro

Jerúsia Arruda

Seu nome é José Sarney Messias de Oliveira. Para ficar, como ele mesmo diz, mais chique, juntou as iniciais de cada nome e se tornou Sarney Jamesoli.
Cantor, ator, radialista e Dj, Jamesoli diz que a arte é quem conduz sua vida e realiza seus sonhos.
De origem humilde, nascido na cidade de Murici (Bahia), muito curioso, ainda pequeno, abriu o rádio de sua avó para ver quem estava falando lá dentro.
Anos depois, já morando em Minas Gerais, na cidade de Salinas, tornou-se radialista, profissão que logo trocou pelos palcos, tornando-se uma espécie de locutor-animador.
Nesse pingue-pongue, tentando descobrir onde melhor se encaixava, Jamesoli começou a cantar em showmícios, e foi a partir daí que resolveu cantar pra valer.
Gravou dois Cds com músicas próprias, que lhe renderam boa aceitação na mídia e uma viagem a Portugal, onde cantou para um público, segundo ele, a princípio meio tímido, mas que depois de algumas músicas, caiu na gandaia. Apresentou-se, ainda, em várias casas noturnas de Minas Gerais, Bahia e Rio de Janeiro, participando algumas vezes do Programa do Ratinho, do SBT.

Música e teatro
Sua incursão no teatro também veio em virtude do trabalho com a música. Participou da peça O defunto premiado, onde interpretou um nordestino metido a carioca.
- A paixão pelo teatro foi instantânea. Falava muito rápido e aprendi a dominar isso. Desde o começo percebi que, se aprimorasse como ator, cantar ficaria mais fácil, pois teria mais domínio da expressão corporal e me comunicaria melhor - conta Jamesoli, dizendo que na primeira oportunidade que teve, participou de uma oficina de teatro com o então ator, Eduardo Brasil e, logo depois, com os atores Caio Blat e Frederico Mainlink.

Cantar ou atuar?
Apesar de se sentir mais cantor que ator, Jamesoli, desde que entrou em cena, não conseguiu sair mais e vem emendando um espetáculo no outro, como integrante do grupo Oficinato, do diretor Aldo Pereira, e como convidados de outros grupos teatrais.

Um comentário:

  1. Sarney é uma pessoa maravilhosa e seu talento é indescutível. Independente da área que ele escolha, tenho certeza que será sucesso, pois tudo que ele faz é com muito capricho.

    Torço por vc sempre, Sarney!!!

    Grande abraço,

    Luma Vidal

    ResponderExcluir

É uma prazer receber sua visita. Obrigada pelo comentário.