segunda-feira, 23 de março de 2009

Tambores Nus

A dupla Fabiana Lima e Bruno Andrade são atração do Conexão Vivo, que passa por Montes Claros pelo sexto ano consecutivo

Jerúsia Arruda

A classe artística de Montes Claros recebe, nesta semana, um novo fôlego com a passagem do Conexão Vivo, circuito musical que visita a cidade há seis anos, com uma jornada de oficinas e shows, reunindo importantes nomes da música mineira.
Uma das atrações do circuito, indubitavelmente, é a dupla montesclarense Fabiana Lima e Bruno Andrade, que participa do projeto há três anos. Na edição deste ano, a dupla ministra a oficina Tambores Nus, que ensina a confeccionar tambores de congado, de forma prática, a partir dos fundamentos básicos da lutheria.
“A oficina acontece em dois módulos. No primeiro ensinamos a confeccionar tambores de congado. Após os instrumentos finalizados, a expressão rítmica é trabalhada, no segundo módulo, quando contamos com a participação do Maurício Tizumba, integrando uma arte à outra e valorizando o congado mineiro”, conta Fabiana.
De acordo com a cantora, a oficina desperta para o ofício da lutheria, bem como para a valorização do congado como patrimônio cultural. “O primeiro módulo foi realizado de 23 a 25 de março. Nesta sexta e sábado, 27 e 28, será trabalhada a parte rítmica”, completa Fabiana.
Bruno explica que os participantes da oficina ficarão com os tambores confeccionados por eles, gratuitamente, e ainda participarão do show que farão, junto com Tizumba, no dia 28, sábado, na Praça de Esportes, às 22h30.


Fabiana e Bruno
Juntos há dez anos, Fabiana e Bruno vêm vivenciando um período de grandes conquistas, tendo como foco as manifestações populares como o Congado e a música de matriz africana, impressa na música brasileira como um todo.
“Nesses dez anos, lançamos dois CD’s; o Marambaia (2005), que se transformou no espetáculo homônimo e Tambores Nus (2007), que é uma espécie de continuação do primeiro disco, ambos sedimentados na cultura popular. “A diferença é que em Tambores Nus trabalhamos o samba, que ainda não havíamos experimentado. O disco é feito nesses dois segmentos, samba e o congado, ambos vindos do mesmo berço africano”, ressalta Fabiana.
Além de cantora, compositora e percussionista, Fabiana também toca flauta transversal e puxa um samba em negros passos de dança e arranjos vocais, sempre acompanhada do fiel parceiro Bruno Andrade, que dedilha com maestria o violão de sete cordas.
O show da dupla e do multiartista Mauricio Tizumba acontece neste sábado, 28, encerrando a passagem do Conexão Vivo por Montes Claros. A entrada é gratuita.

2 comentários:

  1. Oi!!,Como vao?! - A Banda UnderGround tocou nessa conexao Vivo?!Abrass!!

    ResponderExcluir
  2. quando a banda UnderGround Tocar,avisem pelo amor de deus!!Obrigado!!

    ResponderExcluir

É uma prazer receber sua visita. Obrigada pelo comentário.