segunda-feira, 8 de março de 2010

Flávio Augusto de Oliveira

Pianista apresenta recital em Montes Claros


O Conservatório Estadual de Música Lorenzo Fernândez, realiza no dia 12 de março de 2010 - (sexta-feira), as 20:30, no Auditório Marina Lorenzo um Recital para inaugurar o piano de cauda, com o pianista Flávio Augusto de Oliveira.

O Concerto marca nova fase para o consrvatório, que a partir de agora retornará a relizar concursos não só internos, mas também em nível estadual.

O repertório será dividido em duas partes. A primeira, em homenagem aos 200 anos de nascimento de Robert Schumann e Frederic Chopin, em que serão executadas as peças: Arabeske, Op. 18, Intermezzo, Op. 26 nº 4, Noturno, Op. 9 nº 2 e Mazurka, Op. 17 nº 4, dentre outras.

A segunda parte conta com a participação das professoras cantoras Christiane Faria Franco (mezzo-soprano) e Simone Santana (soprano), que prometem uma noite inesquecível.

O piano foi adquirido através de um convênio entre Secretaria de Cultura de Minas Gerais e Conservatório, sendo viabilizado recursos na ordem de 50 mil reais, através do Deputado Federal Humberto Souto.

O concerto terá entrada franca, mas terá que ser confirmada presença até dia 09 de março, na escola.

Flávio Augusto de oliveira

Detentor de 28 primeiros prêmios em Concursos Nacionais e Internacionais de Piano, em 1988, tornou-se o primeiro brasileiro a conquistar o 1º lugar do Concurso Internacional de Piano “Villa-Lobos”, no Rio de Janeiro.

Natural de Poços de Caldas (MG), iniciou seus estudos de piano aos quatro anos de idade, tendo como professores os pianistas Homero de Magalhães, Gilberto Tinetti e Myrian Dauelsberg. Concluiu os cursos de Bacharelado em Piano e Licenciatura em Música pelo Conservatório Brasileiro de Música do Rio de Janeiro; Pós-Graduação em Filosofia pela Universidade Estadual de Montes Claros, MG; e Mestrado em Piano – Práticas Interpretativas – pela Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Desde os treze anos têm sido solista das principais orquestras do País, em palcos importantes como os Teatros Municipais do Rio de Janeiro e de São Paulo, a Sala Cecília Meireles do Rio de Janeiro, o Teatro Nacional de Brasília e a Sala São Paulo. No Brasil, já se apresentou em quase todos os Estados, atuando isoladamente ou ao lado de grandes cantores e instrumentistas.

No exterior, já se apresentou em importantes salas de concerto dos Estados Unidos, França, Alemanha, Suíça, Itália, Espanha, Portugal, Bélgica, Áustria, Finlândia, Londres, Nova Zelândia, Venezuela, Chile, Paraguai, Guatemala e Costa Rica. Em 1990, gravou seu primeiro disco com os “Prelúdios para Piano” do compositor francês Claude Debussy.

Fez a primeira gravação mundial dos “50 Estudos para Piano” do compositor Johann Baptiste Cramer. Gravou também os CDs “Arco & Tecla” com o violinista Ricardo Amado, “Impressões Brasileiras” com o violinista Daniel Guedes e “Tributo a Guerra Peixe” com o gaitista José Staneck.

É também integrante do premiado Trio Aquarius – com quem já gravou dois CDs dedicados a compositores brasileiros. Foi professor do Conservatório Estadual de Música “Lorenzo Fernândez” e do Departamento de Artes da Universidade Estadual de Montes Claros (MG).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

É uma prazer receber sua visita. Obrigada pelo comentário.