quinta-feira, 15 de abril de 2010

Arte contemporânea ao alcance de todos

O grupo de teatro Fibra promove caravana cultural pelo Norte de Minas com espetáculos gratuitos em espaços abertos ao grande público

A democratização do acesso à cultura, cada vez mais, tem sido uma preocupação dos artistas de carreira. Prova disso são as turnês, principalmente de grupos teatrais, que vêm incluindo pequenas cidades no roteiro de espetáculos até então apresentados somente nos grandes centros urbanos.

Seguindo essa lógica, desde 2006, o grupo de teatro Fibra, de Montes Claros, está percorrendo pequenas cidades do Norte de Minas, com apresentações gratuitas em espaços abertos, promovendo à comunidade da região o acesso à arte contemporânea.

Neste ano, o grupo inicia a terceira etapa do projeto cultural Expresso Sertão, saindo em caravana com os musicais “Brincando de Brincar” e “Vem ver Boi”, o primeiro voltado para o público infanto-juvenil, e o segundo, para o público adulto.

Viabilizado pela Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais, nas duas primeiras edições, o Expresso Sertão saiu em caravana pelo Norte de Minas e Vale do Jequitinhonha com o espetáculo “Brincando de Brincar”, do Grupo Fibra, e o musical “Canto Sagrado”, apresentado pelo Studio de Ballet Jaqueline Pereira. Além dos espetáculos, a caravana também realizou oficinas de arte, incentivando a criação de novos grupos de teatro nas cidades por onde passou.

Neste ano, o Expresso Sertão visitará as cidades de São Romão, Taiobeiras e Bocaiuva, no Norte de Minas. Segundo a coordenadora geral do projeto e diretora do Grupo Fibra, Terezinha Lígia, o objetivo central continua sendo promover o acesso a apresentações culturais de alto nível e qualificar pessoas que possam dar continuidade aos trabalhos. “A captação do recurso para executar mais esta turnê é o reconhecimento do trabalho de 30 anos do grupo. Em cada cidade, em cada apresentação, em cada oficina, temos a certeza de que vale a pena acreditar neste projeto que é o Fibra”, avalia a diretora.

A primeira cidade a receber a caravana é São Romão. As apresentações gratuitas estão marcadas para os dias 17 e 18 de abril. Na cidade também será realizada oficina de percussão para 25 alunos, coordenada pelo músico Rops Malungo. Enquanto realiza a turnê, que conta com patrocínio da Transnorte, o grupo prepara a próxima edição do projeto, já aprovado pela Lei Estadual de Incentivo à Cultura e que está em fase de captação.

Espetáculos

Criado em 1979, o grupo Fibra tem no espetáculo “Brincando de Brincar” a sedimentação de seu trabalho. Segundo Terezinha Lígia, a idéia inicial foi realizar um espetáculo lúdico que promovesse uma interação com o público infantil e, também, o resgate dos costumes e tradições culturais da região. “A peça é resultante de uma pesquisa minuciosa das tradições folclóricas do Norte de Minas. Foi feita uma coletânea de brincadeiras, onde todos os atores cantam, dançam e representam”, conta Ligia.

A concepção e direção geral do espetáculo são de Terezinha Lígia e a direção musical, de Amauri Tibo. O elenco é formado pelos atores Gilberto Cardoso, Juliana Vieira, Ellen Rocha, Lucilio Gomes e pelos músicos Amauri Tibo, Rafael Milo e Rops Malungo.

Já a peça “Vem ver Boi” é direcionada ao público adulto e tem como diretor Lucílio Gomes. A dramaturgia é de Terezinha Lígia, direção musical de Amauri Tibo e, no elenco, os atores Terezinha Lígia, Gilberto Cardoso, Amauri Tibo e Lucílio Gomes. A sonoplastia é feita por Rops Malungo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

É uma prazer receber sua visita. Obrigada pelo comentário.