sábado, 21 de agosto de 2010

Encontro de Ternos de Congado



Após o cortejo da manhã deste sábado, os ternos recebem os grupos de congado visitantes que vêm participar do Encontro de Ternos de Congado de Minas Gerais, realizado, em Montes Claros, desde 1991. Os grupos se reúnem, fazem visitas às famílias da comunidade que pedem oração, e, no final da tarde de domingo, voltam a desfilar pelas ruas.

Nesse dia, é realizada a procissão de encerramento, com participação de todos os ternos de Montes Claros e visitantes, que colocam suas vestimentas bem lavadas, dançam e cantam ao som dos tambores em homenagem aos santos devotos. Após a celebração da última missa na igrejinha do Rosário, reis, rainhas e imperadores são coroados; são escolhidos os mordomos da próxima festa; os mastros são descerrados e os devotos reiteram a promessa de voltar no ano seguinte para cumprir nova missão.

Jeito peculiar
As Festas de Agosto são uma tradição em várias cidades do País, mas, segundo Mestre Zanza , em Montes Claros, acontecem de forma muito peculiar. “Aqui a festa reúne pessoas de todas as classes sociais, e todos querem ser festeiros. Tem mais setenta anos que participo da festa e na agenda tem nome de pessoas que querem ser os patronos para os próximos quarenta anos, no mínimo”, observa o catopê.

Mesmo com a saúde fragilizada, Mestre Zanza conduz os cortejos durante os cinco dias de festa e diz estar preparado para continuar seu trabalho até quando Deus lhe permitir.



“Essa promessa foi feita pelos meus antepassados e vou cumprir enquanto Deus me der vida e saúde”, afirma Mestre Zanza, que no dia 16 de agosto comemorou 77 anos de idade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

É uma prazer receber sua visita. Obrigada pelo comentário.