quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Festas de Agosto / Festival Folclórico

32º Festival Folclórico de Montes Claros reúne grande público

Paralelamente à programação religiosa, o 32º Festival Folclórico de Montes Claros reúne um grande público, na avenida Coronel Prates, que assistiu a shows musicais, apresentação de grupos folclóricos, além de apreciar comidas, bebidas e artesanato em vários estilos, vendidos nas barraquinhas montadas em local estratégico, tendo como centro a Igrejinha do Rosário.

Os shows no palco principal do Festival ficam por conta de Carlos Soyer, Sérgio Andrade, Faminguê, Saulo Laranjeira, Jackson Antunes, Décio marques, Tino Gomes, Fio da navalha, Prego de Linha, Beth Antunes e Arnaldo Freitas.

Na arena 1, serão realizadas a Noite dos Seresteiros, Noite da Música Norte Mineira e Festival de Aboio e Viola, além da apresentação de grupos de canto e danças tradicionais de várias cidades norte mineiras.

A Arena 2 reúne grupos de danças folclóricas de Montes Claros, que apresentam as mais diversas manifestações culturais, desde os cantos e danças inspirados na cultura autóctone dos povos africanos, passando pelas manifestações afro-mineiras, até a música contemporânea que permeia o gosto popular da juventude urbana.

O Festival também promove oficinas de musicalização, lutheria, cerâmica e construção de forno e contação de história.

14º Encontro Cultura Popular e Educação
A agenda plural do Festival Folclórico também inclui o Encontro Cultura Popular e Educação, realizado há 14 anos e que conta com a participação de educadores e representantes de diversos segmentos sociais. A edição deste ano tem como tema “justiça social, educação e cultura: inclusão, diversidade e igualdade”.

O encontro acontece nesta quinta-feira, 19/08, no Núcleo de Estudos da Cultura Negra (NECUN), com palestras e debate sobre o tema.


As Festas de Agosto de Montes Claros, por suas especificidades, são únicas, diferentes de todas as festas de congado realizadas em Minas Gerais e no Brasil. Com o a realização do Festival Folclórico, que, de modo singular, compartilha com os congadeiros do mesmo tempo e espaço para realizar os festejos, a tendência é que se torne cada vez mais específica, unifique ainda mais todas as classes, crenças e credos, e se consolide como a festa de representação da identidade do povo montesclarense.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

É uma prazer receber sua visita. Obrigada pelo comentário.