terça-feira, 28 de setembro de 2010

Entra em cena o Psiu Poético

Reconhecido como um dos maiores movimentos dedicados à poesia do País, o 24º Salão Nacional de Poesia Psiu Poético acontece de 4 a 12 de outubro, tendo como centro a poesia e a produção a literária.


Está tudo pronto para a realização da 24ª edição do Salão Nacional de Poesia Psiu Poético que acontece, anualmente, em Montes Claros. A programação começa no dia 4 de outubro, Dia Municipal da Poesia, com um despertar poético envolvendo poetas, professores, estudantes, músicos, atores, agentes culturais e toda comunidade, e vai até o dia 12 de outubro, tendo como centro a poesia e a literatura.



Com o tema Cinepoesia, segundo seu idealizador e curador, o poeta Aroldo Pereira, neste ano, a proposta do Psiu é retomar a tradição que Montes Claros tem com o cinema através da produção de seus cineastas. “Junto com a poesia, vamos mostrar, por exemplo, o trabalho de Carlos Alberto Prates Correia, que realça sua paixão por Montes Claros e região em todos os seus filmes, e Edes Barbosa, com seu cinema calcado na história dos geraizeiros e barranqueiros do Norte de Minas. Também teremos o trabalho que nova cena montesclarense vem produzindo nessa área, com destaque para Adriana Cursino, Lara Araújo, Fernando Rodrigues, Iésus Filho, Duran Veloso, Andréa Martins”, ressalta Aroldo.



A 24ª edição do Psiu Poético, de acordo com Aroldo Pereira, também enfatiza o movimento Catrumano, que a partir de suas ações teve o dia 08 de dezembro oficializado como o Dia dos Geraes, reforçando o orgulho do povo norte mineiro.



Criado pelo grupo de Literatura e Teatro Transa Poética, em 1987, o salão vem promovendo, ao longo de 24 anos consecutivos, diversas atividades literárias e culturais, atraindo a atenção de poetas, escritores e artistas de todo País. Por aqui já passaram importantes nomes da literatura brasileira, abrindo espaço para as diversas experiências de linguagem no campo da poesia que se produz no Brasil e no mundo.



Além da poesia, durante o Psiu Poético, também são realizados shows musicais, palestras, debates, passeatas e diversas atividades que fomentem a leitura e a produção literária, com participação de escolas da rede pública, faculdades e universidade.



No período de seleção, Aroldo Pereira conta que foram recebidas centenas de trabalhos. “Recebemos inscrições de poetas de todas as gerações e de várias cidades do País e, mesmo com uma programação de nove dias seguidos, tivemos dificuldade para incluir todos os trabalhos. Esperamos que todos prestigiem o evento e, juntos, possamos, mais uma vez, celebrar a poesia”, convida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

É uma prazer receber sua visita. Obrigada pelo comentário.