quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Tino Gomes: Show de música e humor

Artista mineiro se vira bem com causos,
cantigas e muito humor


A dica cultural deste fim de semana vem de um ilustre navegante e amigo amado amantíssimo, Luis Carlos Novaes, o doce Peré. Um convite a todos para rir e se emocionar com a música e o bom humor de Tino Gomes, que se apresenta nesta sexta-feira, às 21h, no Teatro Cândido Canela dentro Cultural Hermes de Paula (Praça Dr. Chaves -Matriz), em Montes Claros.

Poeta, ator, cantador, contador de histórias, humorista, dançarino e muito mais. Artista do povo por excelência e vontade de Deus, Tino Gomes mostra tudo o que aprendeu em 40 anos de carreira. "Mineiro de alma e coração", como costuma dizer, Tino Gomes prefere definir sua apresentação como um monólogo humorístico, com mais de uma hora de irreverência e alegria. "Está na hora de viver os personagens maravilhosos que a vida me ensinou", anuncia.

"Vou contar histórias que vivi e escutei e cantar músicas que aprendi ao longo dessa estrada, e tudo com muito gosto", avisa o artista. "Também vou encenar cordéis, contar causos de Minas e interpretar um texto maravilhoso do cineasta Carlos Alberto Ratton, "Marombaldo". Um dia, um amigo me perguntou como era o show e respondi: "E tudo que já contei, só que agora tô cobrando’", brinca.

NA ESTRADA
Natural de Montes Claros, onde começou a carreira entre um espetáculo e outro como humorista, Tino Gomes também conseguiu tempo para lançar 13 discos. No início da década de 1970, foi um dos criadores do lendário Grupo Raízes, que ficou conhecido nos meios universitários de todo o país, mesmo não tendo durado muito.

Músicas como "Desentoando" e "Gente festeira", até hoje, são cantadas pelos que viveram aqueles tempos, que Tino costuma se lembrar com certo saudosismo. Mas como não é homem de viver do passado, considera seu último CD, "Catopezara Brasilis", que ele lançou em Montes Claros no último Festival do folclore/Festas de Agosto, o mais maduro de sua discografia. No início do ano que vem vai lançar disco novo, "Concertino Gomes".

CAVALHEIRO ERRANTE
Vivendo entre Belo Horizonte, Rio de Janeiro e Montes Claros "e onde tiver uma boa cantoria", Tino Gomes confessa que gosta mesmo é de andar por estas vastidões de Minas. "Também acredito que Minas são muitas. E são tantas que cada cantinho daqui é um pedaço do mundo, cheio de histórias de música e de um povo generoso e alegre".

Ator em filmes como “A hora e a vez”, de Augusto Matraga, de Vinicius Coimbra, com estreia prevista ainda para este ano, e “Minas Texas”, do conterrâneo Carlos Alberto Prates Correia, Tino diz que quando viaja por Minas olha as estradas e é imediatamente levado pelo som que o pai fazia na gaita, acompanhado da voz de sua mãe. "Além do mais, sou um homem inquieto e agora está na hora de viver os personagens maravilhosos que a vida me ensinou, como os que mostrarei neste show", conclui.

SERVIÇO:

Tino Gomes em cantoria, poesia e uns cauzim de safadeza
Sexta-feira, às 21h, no Teatro Cândido Canela dentro Cultural Hermes de Paula (Praça Dr. Chaves -Matriz), em Montes Claros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

É uma prazer receber sua visita. Obrigada pelo comentário.