terça-feira, 2 de novembro de 2010

Lorenzo Fernandez

Semana da Cultura abre comemorações dos 50 anos do CELF

Começa no dia 02 de novembro a programação cultural do maior conservatório da América Latina. O evento faz parte da XXIII Semana da Cultura do Conservatório Estadual de Música Lorenzo Fernândez (CELF) e será aberta a participação gratuita de toda a comunidade local e regional.

A abertura oficial será no dia 04 de novembro, às 20h30min, no auditório Cândido Canela, do Centro Cultural Hermes de Paula. No local, ainda será apresentada a nova logomarca e o carimbo comemorativos aos 50 anos da fundação do conservatório.

Segundo a direção do CELF, a Semana da Cultura foi criada para proporcionar eventos de boa qualidade, bem como mostrar o trabalho que é desenvolvido pelos alunos e professores do Conservatório.

“Sempre que possível, trazemos artistas de outras cidades para realização de palestras, apresentações, recitais, concertos, master class e oficinas abertas ao público. A Semana da Cultura acontece sempre no início de novembro, em comemoração ao aniversário do patrono Oscar Lorenzo Fernândez, comemorado no dia 04”, informa a diretora Iraceníria Fernandes da Silva.

Programação
Neste ano, o Conservatório dará início às comemorações dos seus 50 anos. E na programação, no dia 02, será realizado um Concerto de Canto e Piano com o músico Joaquim de Paulo do Espírito Santo, de São Paulo, que, na oportunidade ministrará master class para professores e alunos do Conservatório e da Unimontes.

Na programação acontecerão, ainda, concertos com a Orquestra Sinfônica de Montes Claros, apresentações de instrumental, serestas, corais, grupo de dança, teatro, oficinas, mostras de artes, dentre outras atividades culturais nos auditórios do Conservatório e do Centro Cultural Hermes de Paula. “É importante ressaltar que todos os eventos da semana erão com entrada franca”, observa Iraceníria.

50 anos do CELF

Em Minas Gerais existem 12 conservatórios estaduais. A grande maioria está localizada no Sul do Estado, sendo o de Montes Claros, o único no Norte de Minas. “Isso redobra a sua importância e responsabilidade, uma vez que atendemos a clientela da cidade e de toda região. Somos um pólo irradiador de cultura, preocupamos em realizar da melhor forma possível e dentro das nossas possibilidades, ações e metas. Além da formação artístico-musical do aluno, levamos a toda sociedade eventos de boa qualidade, preocupando assim, com a formação de um público cativo, aprimorando seu gosto musical, além, é claro, de valorizar e mostrar o trabalho dos alunos e professores. As parcerias nos possibilitam um intercâmbio de ações inclusivas norteadoras do saber artístico, da democracia e acesso de todos à arte e a cultura. O conservatório tem como função provocar a reflexão do ser humano, através da sensibilização e da emoção. Afinal, o verdadeiro papel da arte é promover a inquietação para uma possível mudança. Hoje, com quase meio século, uma história de lutas e conquistas, sentimo-nos recompensados pelo apoio de toda sociedade que valida sempre nossas ações”, finaliza a diretora do CELF.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

É uma prazer receber sua visita. Obrigada pelo comentário.