quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Norte de Minas

Artesanato movimenta economia na zona rural do Norte de Minas

 Doze mulheres da comunidade de Jatobá no município de Coração de Jesus, recebem até o dia 17 de dezembro, o curso Artesanato de Fibras Naturais, realizado numa parceria entre o Sindicato dos Produtores Rurais e Senar Minas.

A demanda pela realização de cursos de Artesanato em Fibras Naturais no Norte de Minas, vem crescendo muito, segundo os Sindicatos de Produtores Rurais, associações e cooperativas conveniadas ao Senar. A procura é maior por parte das trabalhadoras e produtoras rurais que buscam uma fonte de renda.

A procura por artigos artesanais para decoração também vem crescendo, principalmente por lojas de decoração. E os lojistas que se interessam pelas peças artesanais estão cada vez mais exigentes com a qualidade dos produtos, portanto, manter um nível de qualidade na produção é um fator importante para o sucesso, segundo a instrutora Guiomar Mendes.

Conforme a instrutora, a matéria-prima escolhida para a produção deve ser encontrada com facilidade na sua região, pois isso diminui os custos de produção e fideliza o produto à localidade onde é produzido.

TÉCNICAS
No curso as alunas aprendem a produzir peças usando a palha de milho, fibra de bananeira, folhas e flores, sementes, dentre outras. Ainda segundo a instrutora Guiomar, as mulheres além de ganharem seu próprio dinheiro, também recuperam a auto-estima e descobrem o espírito empreendedor. Dentre os artigos produzidos no curso estão: mandalas, cestos de pão, arranjos de flores, balaios, luminárias, embalagens de presentes, dentre outros.

A valorização das fibras naturais é um processo muito importante, pois agrega valor ao produto. No Norte de Minas, tem a bananeira, cocos macaúba e catulé, variados tipos de plantas do cerrado e caatinga, dentre outros, tudo em abundância, fonte de matéria prima constante para o artesanato.

Certamente essa atividade acaba por gerar trabalho e garantir sustento a um grupo considerável de pessoas, ajudando também a economia da região. O Brasil é o maior produtor mundial e também o maior consumidor do artesanato feito a partir da fibra, o que constitui uma fonte permanente de renda familiar para os artesãos e para o País.











Nenhum comentário:

Postar um comentário

É uma prazer receber sua visita. Obrigada pelo comentário.