segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Campeão absoluto

Assim é Marquinhos, o mais autêntico representante das artes marciais de Montes Claros, que trás para sua galeria de troféus mais duas medalhas de ouro

O campeão de Karatê, Antônio Marcos Batista, o Marquinhos, arrebata novamente o ouro num campeonato. Desta vez, o atleta montes-clarense venceu os Jogos Regionais de São Paulo nas categorias Absoluto e Equipe, representando a cidade paulista de Ribeirão Preto. É a quarta vez que Marquinhos participa dos jogos representando a cidade paulista e também foi ouro nas três edições anteriores.

- Para manter esse resultado é preciso treinar muito, ter dedicação total – observa o atleta.

O carateca Reginaldo Soares, de Janaúba, também se integrou à equipe neste ano, conquistando o ouro nas categorias Leve e Equipe.

- Neste ano a disputa foi muito acirrada. Vencemos a primeira fase, perdemos a segunda e empatamos as duas subsequentes. A decisão ficou na luta final, em que tive que enfrentar um adversário muito mais alto e com muito mais peso que eu. Foi uma pressão terrível, com toda a equipe dizendo que eu tinha que ganhar. Eu disse para que tivessem calma, que eu iria ganhar. Interessante como alguns me olhavam admirados pela minha autoconfiança. Para ganhar, eu precisava fazer oito pontos. Ganhei de 9 a 0 – conta Marquinhos.

Difícil imaginar alguém contar essa história sem uma ponta de vaidade ou orgulho. Mas em Marquinhos é só humildade. O atleta é dos maiores nomes do Karatê do país. É tricampeão pan-americano e hexacampeão sul-americano e um colecionador de títulos nacionais, mineiros e regionais.

O próximo desafio do campeão será no Panamericano, que acontecerá nos próximo final de semana, dias 5, 6 e 7 de agosto, no Ibirapuera / SP. Marquinhos já venceu o campeonato, em 1998, 1999 e 2000, e ficou em terceiro lugar em 2005 e 2007.

- É um campeonato importante, mas o investimento pessoal é o mesmo que faço para disputar qualquer torneio, independentemente da projeção que ele possa me dar. O Mundial de 1998 foi o mais disputado e precisei me esforçar muito, mas se me perguntar qual o campeonato que mais me desafia eu diria que todos. Cada um deles é importante. Se vou competir no ginásio do bairro, preciso dar o melhor de mim, porque na plateia estão jovens atletas que acreditam em mim e alguns até me têm como exemplo. Se não der importância e competir sem empenho, posso decepcioná-los – pondera.

Maquinhos diz que luta para ganhar, sempre.

- Cada título que levo para a academia representa o reconhecimento pelo empenho e dedicação de todos os alunos que escolheram o esporte, e não outra coisa, drogas, por exemplo, para dedicar seu tempo e seu amor. Tenho muito orgulho de representar esses jovens, luto por eles – justifica.

Além do patrocínio da Funorte, Marquinhos também recebe apoio das lojas Visual, Supermercados JBH, pré-vestibular Sólido e Academia Oficina Corpo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

É uma prazer receber sua visita. Obrigada pelo comentário.