sábado, 6 de agosto de 2011

Psiupoético 25 anos

Comemoração continuada movimentou São Paulo

Entre os dias 26 e 29 de Julho de 2011, o Metrô Paraíso, em São Paulo, capital, recebeu grandes nomes da poesia contemporânea brasileira, dentro do projeto de comemoração continuada do 25 anos do Salão Nacional de Poesia Psiu Poético. Coordenado pelos poetas Aroldo Pereira (Curador do Salão Nacional de Poesia Psiu Poético) e Jurandir Barbosa (poeta e editor), o show da poesia aconteceu numa produção do grupo de literatura e teatro Transa Poética, de Montes Claros, em parceria com a produtora Cinemagia e Editora Catrumano, no Metrô de São Paulo. Houve a participação de vários nomes da poesia nacional, dentre eles Luiz Zanotti, Élcio Lucas, Ana Martins, Giovanni Sassá, Odila Plascência, Fernando Vasqs, Kedma Oliver, Fernando Antônio, Jurandir Barbosa, Mavot Sirc, Welligton Kalil.

O evento foi bastante prestigiado. A poesia se fez presente pela música, vídeos, performance e declamações, reunindo poetas de Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Recife, Bahia, Brasília, Santa Catarina, Montes Claros e Coração de Jesus. A comemoração continuada do Psiu Poético teve, ainda, no seu encerramento uma mesa de discussão sobre o tema "os rumos da poesia contemporânea no século 21". Contou com a presença do Doutor em Letras pela Universidade de São Paulo (USP), Elcio Lucas, além dos poetas Aroldo Pereira e Jurandir Barbosa.

Giovanni Sassá (do Grupo Tambolelê) de Belo Horizonte deixou o público impressionado quando, tirando sons de batidas em sua boca, em percussão, tocou o Hino Nacional. O público "eletrizado" bateu palmas para essa apresentação que marcou o primeiro dia do evento.

Entre os espectadores, um rapaz morador de Jundiaí-SP que, ao final do evento, fez questão de cumprimentar os poetas participantes e expressar a felicidade em estar alí naquele momento. Segundo ele, a poesia provoca no ser humano o total estado de paz de espírito. Outra presença marcante foi uma senhora de São Paulo, que assistiu uma reportagem sobre o "Psiupoético25", que levou toda a família para assistir às apresentações.

O poeta-ator Aroldo Pereira presentou o público, no final de cada tarde, com a performance, Parangolé/Parangolivro, provocando o brilho nos olhos de todos os presentes.

O poeta Wellington Kalil (BH-MG), com muita serenidade, levou ao público a refletir sobre o panorama humano-social. De São Paulo-SP, o poeta e roqueiro Mavot Sircmostrou outro show com suas punks declamações, sendo aplaudido "efusivamente" pela platéia, que sorria admirada.
 
Curitiba-Paraná se fez presente com a apresentação de voz e violão do poeta e mestre em literatura, Luiz Zanotti. O poeta Mané do Café, de Embu das Artes e suas interações com o público foi outro que, ao lado dos poetas Fernando Vasqs, Laureart, Vera Lúcia Godoy, Ana Cristina Martins, Kedma Oliver, Adriana Alves, Dandy, Odila Plascência, Cristina Araújo, Rosani Abou Adal, João Nery, Atonio Felix da Silva, Dayse Domingos, Dora Dimolitse, Luiz Poeta, Silvio Zucolotto, Fernando Antônio Nogueira Wanderlei e outros, iluminaram e deram aulas de poesia contemporânea em São Paulo.

Para o poeta Aroldo Pereira foi extremamente positivo o trabalho desenvolvido em São Paulo; "Houve uma ampla projeção de tudo que fizemos, incluindo o lançamento da segunda edição do Parangolivro, na Casa das Rosas. Esperamos que, de 04 a 12 de outubro, em Montes Claros, tenhamos outro sucesso maiúsculo", finalizou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

É uma prazer receber sua visita. Obrigada pelo comentário.