domingo, 27 de novembro de 2011

Câncer de mama

Unimontes tem a dança como resgate da autoestima no tratamento


A dança está servindo como terapia para elevar a autoestima de mulheres com câncer de mama, o que ajuda no tratamento da doença. Foi montado um grupo de dança, integrado por 20 pacientes assistidas pelo projeto de extensão “Vida Presente”, que atende 50 mulheres diagnosticadas com câncer de mama, desenvolvendo atividades físicas, terapias de grupo e recreação. A iniciativa é do departamento de Educação Física da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes).

As integrantes do Grupo “Vida Presente” participaram do espetáculo coreográfico “Mulheres brasileiras, mulheres guerreiras”, apresentado na última sexta-feira (25/11), no auditório da Associação dos Municípios da Área Mineira da Sudene (Amams), durante o encerramento do 3º Encontro Norte-mineiro de Combate ao Câncer. Contando com o apoio da Unimontes, a promoção foi inserida nas comemorações do Dia Nacional de Combate ao Câncer (27 de novembro).

O espetáculo foi montado com o apoio dos professores José Roberto Lopes de Sales (que também é coreógrafo), Milton Chaves e Alessandra Ribeiro, do departamento de Educação Física. As 20 mulheres assistidas pelo Projeto “Vida Presente” representaram danças típicas das diversas regiões brasileiras usando figurinos das manifestações como baianas, dança de São Gonçalo, xaxado, índias, forró (“caipira”) e a dança gaúcha. Ao final da coreografia, houve a entrada de uma das mulheres, caracterizada de Carmen Miranda, ao ritmo da música “Aquarela do Brasil”, de Ary Barroso.

GUERREIRAS
“No grupo, contamos com a participação de 20 mulheres que são verdadeiras guerreiras na luta contra o câncer de mama”, afirma a professora Claudiana Donato Bauman, coordenadora do projeto “Vida Presente”. São atendidas as mulheres do “Projeto Presente”, ação filantrópica voltada para o acolhimento de pacientes de baixa renda que enfrentam o tratamento do câncer de mama.

Por intermédio do projeto de extensão da Unimontes, iniciado em 2005, as pacientes participam de atividades de terapia e recreação duas vezes por semana, no Serviço Social do Comércio (Sesc) – em Montes Claros. “As atividades desenvolvidas ajudam a elevar a autoestima das mulheres submetidas ao tratamento do câncer de mama, evitando que possam enfrentar algum processo de depressão. Desta forma, proporcionam às mulheres uma melhor qualidade de vida, tanto física como psicologicamente”, avalia a professora Claudiana Bauman.

5 comentários:

  1. CAROS AMIGOS,
    CINCO DAS 14 CANÇÕES DO NOVO CD " CATRUMANO " DA DUPLA MAIA Y BOAVISTA NO SITE
    maia .conexaovivo.com.br
    ouça com carinho , divulgue para os outros amigos e em breve estaremos fazendo o lançamento .
    " um abraço, um aperto de mão , um sorriso".
    maia y boavista

    ResponderExcluir
  2. PROFISSIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA NÃO É PROFISSIONAL DE ARTE E DE ESPETÁCULOS

    VERGONHA: Falta de Ética, oportunismo e PICARETAGEM do Curso de Educação Física mancha os 50 anos da Unimontes.

    Curso de Educação Física da Unimontes tenta USURPAR (ROUBAR) competências acadêmico-profissionais da área de Artes, para ampliar à sua área de atuação às custas do ROUBO de conteúdo e competências inerentes à outros profissionais.

    Com o intuito de se auto-promover e se beneficiar às custas do prejuizo de outros profissionais, o curso de Educação Física da Unimontes vem tentando descredibilizar a formação acadêmica na área de Arte (Dança, Teatro, Artes Visuais e Música), vinculando de forma ilegítima atividades artísticas à formação em educação física.

    Cabe lembrar que cursos de Educação Física NÃO formam ou qualificam profissionais para atuar na área de Artes (Dança, Teatro Música e Artes Visuais), muito menos profissionais de educação física tem legitimidade para atuar como profissional ou professor de atividades artísticas. Muito menos montar espetáculos de dança e teatro.

    Artes é uma área de conhecimento. Sendo que a formação acadêmica nesta área se dá em cursos de graduação e pós graduação específicos (Dança, Teatro, Música e Artes Visuais).

    Porém de forma oportunista e ilegal profissionais de educação física da Unimontes vem se apropriando de forma ilegítima de vagas de emprego, infra-estrutura e verbas que deveriam ser direcionadas à profissionais da área de artes.

    Trata-se de uma jogada com interesses político-mercadológicos, e usam a ignorância da população a seu favor.

    A cara de pau destes PICARETAS é uma vergonha!!!!

    Picaretas que lamentavelmente são professores do curso de Educação Física da Unimontes usam como álibe a desgraça alheia para se beneficiar. A desculpa aqui é que estão beneficiando mulheres acometidas com cancer... MAs na verdade estão apenas usando estas mulheres como álibe para se beneficiar e ROUBAR as competências acadêmica de outra área. No caso da área artistica.

    Profissionais de educação física não são profissionais da área artística...

    O José Roberto Lopes de Sales (NÃO É COREÓGRAFO)e a Sra Claudiana Bauman, ambos tentam enganar as pessoas pois não tem formação na área artística. Além disso são funcionários do departamento de educação física da Unimontes e não estão trabalhando de graça ou fazendo serviços voluntários. Na verdade estão recebendo para ROUBAR as competências de profissionais de outra área e se beneficiar...

    Mesmo após diversas denúncias eles se calam e tentam abafar o caso. Insistem na PICARETAGEM pois estão se beneficiando às custas do prejuizo de outros.

    A falta de ética e a tentativa de USURPAÇÃO da arte por estas pessoas anti-éticas do curso de Educação Física da Unimontes tem que acabar...

    ResponderExcluir
  3. PROFISSIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA NÃO É PROFISSIONAL DE ARTE E DE ESPETÁCULOS

    VERGONHA: Falta de Ética, oportunismo e PICARETAGEM do Curso de Educação Física mancha os 50 anos da Unimontes.

    Curso de Educação Física da Unimontes tenta USURPAR (ROUBAR) competências acadêmico-profissionais da área de Artes, para ampliar à sua área de atuação às custas do ROUBO de conteúdo e competências inerentes à outros profissionais.

    Com o intuito de se auto-promover e se beneficiar às custas do prejuizo de outros profissionais, o curso de Educação Física da Unimontes vem tentando descredibilizar a formação acadêmica na área de Arte (Dança, Teatro, Artes Visuais e Música), vinculando de forma ilegítima atividades artísticas à formação em educação física.

    Cabe lembrar que cursos de Educação Física NÃO formam ou qualificam profissionais para atuar na área de Artes (Dança, Teatro Música e Artes Visuais), muito menos profissionais de educação física tem legitimidade para atuar como profissional ou professor de atividades artísticas. Muito menos montar espetáculos de dança e teatro.

    Artes é uma área de conhecimento. Sendo que a formação acadêmica nesta área se dá em cursos de graduação e pós graduação específicos (Dança, Teatro, Música e Artes Visuais).

    Porém de forma oportunista e ilegal profissionais de educação física da Unimontes vem se apropriando de forma ilegítima de vagas de emprego, infra-estrutura e verbas que deveriam ser direcionadas à profissionais da área de artes.

    Trata-se de uma jogada com interesses político-mercadológicos, e usam a ignorância da população a seu favor.

    A cara de pau destes PICARETAS é uma vergonha!!!!

    Picaretas que lamentavelmente são professores do curso de Educação Física da Unimontes usam como álibe a desgraça alheia para se beneficiar. A desculpa aqui é que estão beneficiando mulheres acometidas com cancer... MAs na verdade estão apenas usando estas mulheres como álibe para se beneficiar e ROUBAR as competências acadêmica de outra área. No caso da área artistica.

    Profissionais de educação física não são profissionais da área artística...

    O José Roberto Lopes de Sales (NÃO É COREÓGRAFO)e a Sra Claudiana Bauman, ambos tentam enganar as pessoas pois não tem formação na área artística. Além disso são funcionários do departamento de educação física da Unimontes e não estão trabalhando de graça ou fazendo serviços voluntários. Na verdade estão recebendo para ROUBAR as competências de profissionais de outra área e se beneficiar...

    Mesmo após diversas denúncias eles se calam e tentam abafar o caso. Insistem na PICARETAGEM pois estão se beneficiando às custas do prejuizo de outros.

    A falta de ética e a tentativa de USURPAÇÃO da arte por estas pessoas anti-éticas do curso de Educação Física da Unimontes tem que acabar...

    ResponderExcluir
  4. PROFISSIONAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA NÃO É PROFISSIONAL DE ARTE E DE ESPETÁCULOS

    VERGONHA: Falta de Ética, oportunismo e PICARETAGEM do Curso de Educação Física mancha os 50 anos da Unimontes.

    Curso de Educação Física da Unimontes tenta USURPAR (ROUBAR) competências acadêmico-profissionais da área de Artes, para ampliar à sua área de atuação às custas do ROUBO de conteúdo e competências inerentes à outros profissionais.

    Com o intuito de se auto-promover e se beneficiar às custas do prejuizo de outros profissionais, o curso de Educação Física da Unimontes vem tentando descredibilizar a formação acadêmica na área de Arte (Dança, Teatro, Artes Visuais e Música), vinculando de forma ilegítima atividades artísticas à formação em educação física.

    Cabe lembrar que cursos de Educação Física NÃO formam ou qualificam profissionais para atuar na área de Artes (Dança, Teatro Música e Artes Visuais), muito menos profissionais de educação física tem legitimidade para atuar como profissional ou professor de atividades artísticas. Muito menos montar espetáculos de dança e teatro.

    Artes é uma área de conhecimento. Sendo que a formação acadêmica nesta área se dá em cursos de graduação e pós graduação específicos (Dança, Teatro, Música e Artes Visuais).

    Porém de forma oportunista e ilegal profissionais de educação física da Unimontes vem se apropriando de forma ilegítima de vagas de emprego, infra-estrutura e verbas que deveriam ser direcionadas à profissionais da área de artes.

    Trata-se de uma jogada com interesses político-mercadológicos, e usam a ignorância da população a seu favor.

    A cara de pau destes PICARETAS é uma vergonha!!!!

    Picaretas que lamentavelmente são professores do curso de Educação Física da Unimontes usam como álibe a desgraça alheia para se beneficiar. A desculpa aqui é que estão beneficiando mulheres acometidas com cancer... MAs na verdade estão apenas usando estas mulheres como álibe para se beneficiar e ROUBAR as competências acadêmica de outra área. No caso da área artistica.

    Profissionais de educação física não são profissionais da área artística...

    O José Roberto Lopes de Sales (NÃO É COREÓGRAFO)e a Sra Claudiana Bauman, ambos tentam enganar as pessoas pois não tem formação na área artística. Além disso são funcionários do departamento de educação física da Unimontes e não estão trabalhando de graça ou fazendo serviços voluntários. Na verdade estão recebendo para ROUBAR as competências de profissionais de outra área e se beneficiar...

    Mesmo após diversas denúncias eles se calam e tentam abafar o caso. Insistem na PICARETAGEM pois estão se beneficiando às custas do prejuizo de outros.

    A falta de ética e a tentativa de USURPAÇÃO da arte por estas pessoas anti-éticas do curso de Educação Física da Unimontes tem que acabar...

    ResponderExcluir
  5. José Roberto Lopes de Sales NÃO é coreógrafo e sim um PICARETA coordenador do curso de educação física, que ao invés de atuar na sua área incentiva de forma anti-ética seus alunos a se passares por artistas e profissionais de Artes. FALSIDADE IDEOLÓGICA.

    Se este sr. é fustrado como profissional de educação física e quer tanto trabalhar com arte porque não muda de área ao invés de continuar insistindo em ser PICARETA??

    ResponderExcluir

É uma prazer receber sua visita. Obrigada pelo comentário.