domingo, 3 de abril de 2016

Edital - Projetos culturais


Banco do Nordeste lança edital para
seleção de projetos culturais


O Banco do Nordeste acaba de lançar edital de seleção para projetos culturais a serem realizados em sua área de atuação (Nordeste e norte de Minas Gerais e Espírito Santo) e nos centros culturais de Fortaleza; Cariri, em Juazeiro do Norte, no sul do Ceará; e Sousa, no alto sertão paraibano, no exercício dos anos de 2016, 2017 e 2018.

A cerimônia de lançamento foi realizada na quarta-feira (30/03), no Centro Cultural Banco do Nordeste - Fortaleza.

A inscrição de projetos pode ser feita até 6 de maio de 2016 pelo site www.bancodonordeste.gov.br. Os valores de patrocínio podem chegar até R$ 100 mil por projeto, recursos oriundos de incentivos previstos na Lei Federal de Incentivo à Cultura, denominada Lei Rouanet (nº 8313/1991).

Os projetos serão avaliados por comissão interna do Banco do Nordeste, composta por técnicos dos centros culturais e dos ambientes de Marketing e de Comunicação. Os resultados serão homologados pelo comitê de patrocínios do Banco do Nordeste e da Secretaria de Comunicação da Presidência da República (Secom/PR).

O período de análise e seleção ocorre de 9 de maio a 3 de junho de 2016. A divulgação acontecerá até 10 de junho, também no portal do Banco do Nordeste.

Critérios de Seleção
Os critérios de seleção dos projetos incluem, independente da linguagem artística adotada: concepção geral do projeto; currículo dos integrantes; quantidade de apresentações por centro cultural; circulação nos centros culturais; atividades didáticas paralelas (cursos e oficinas); adequação aos espaços dos centros culturais; contrapartidas; adequação do orçamento.

Para efeitos de inscrição, o edital trabalha com os seguintes segmentos artísticos (com base no artigo 18, da Lei Rouanet): a) artes cênicas; b) livros de valor artístico, literário ou humanístico; c) música erudita ou instrumental, d) exposições de artes plásticas; e) doações de acervos para bibliotecas públicas, museus, arquivos públicos e cinematecas, bem como treinamento de pessoal e aquisição de equipamentos para a manutenção desses acervos, f) produção de obras cinematográficas e videofonográficas de curta e média metragem e preservação e difusão do acervo audiovisual; g) preservação do patrimônio cultural material e imaterial; e h) construção e manutenção de salas de cinema e teatro, que poderão funcionar também como centros culturais comunitários, em Municípios com menos de 100 mil habitantes.

O prazo de vigência do edital é de dois anos a partir da data de publicação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

É uma prazer receber sua visita. Obrigada pelo comentário.