domingo, 29 de maio de 2016

Delícias Lusitanas


Com pratos típicos, vinhos e atrações culturais, Festa Portuguesa reunirá cerca de 12 mil pessoas, na Praça Marília de Dirceu


Os portugueses descobriram o Brasil há 516 anos. Agora, é a vez dos brasileiros desvendarem um pouquinho mais da cultura lusitana. Bacalhau, vinhos, fado, artesanato e doces de Portugal poderão ser apreciados no sábado, dia 18 de junho, na capital mineira. Promovida pela Câmara Portuguesa de Comércio no Brasil – Minas Gerais, a sexta edição da Festa Portuguesa contará com a apresentação de grupo de folclore, artesanatos, danças, músicas típicas, apreciação de vinhos e pratos portugueses.

A festa já caiu no gosto do belo-horizontino, que uma vez por ano troca o tradicional pão de queijo pelos deliciosos pasteis de nata. A praça Marília de Dirceu, no bairro Lourdes, que ganhou esse nome em homenagem à obra máxima do aclamado poeta português, Tomás Antônio Gonzaga – será tomada por sete restaurantes que serão responsáveis pelos quitutes lusitanos. São eles: Taberna Baltazar, Restaurante do Porto, Thiago Lima e Renato Lobato por Pif Paf, Armazém Medeiros, Caravela, Doces de Portugal e Nômade Bar. Neste ano, o espaço para o evento será maior, pois ocupará os trechos: da rua Marília de Dirceu até a avenida do Contorno e da rua Felipe dos Santos entre as ruas Curitiba e Santa Catarina.

O evento tem o patrocínio do Banco Mercantil do Brasil, Audi Center Carbel, Pif Paf Alimentos, Lei Municipal de Incentivo à Cultura, Sabseg Corretora de Seguros, além do apoio do Hospital na Residência, e da ONG Força do Bem, que fará a coleta dos alimentos doados. A festa também conta com a parceria do Consulado de Portugal em Belo Horizonte, do Centro da Comunidade Luso Brasileira, do Elos Clube e da Associação dos Moradores de Lourdes (Amalou).

CONCURSO GASTRONÔMICO
Nesta edição haverá um concurso de pratos típicos da região do Alentejo. A cozinha tradicional alentejana tem como base os ingredientes: porco, borrego, pão, azeite e uma infinidade de temperos. Os restaurantes participantes (Taberna Baltazar, Restaurante do Porto, Thiago Lima e Renato Lobato por Pif Paf, Armazém Medeiros e Caravela) terão que apresentar uma receita de prato típico da região do Alentejo.

Durante o concurso, os  jurados degustarão os pratos e escolherão o vencedor. Fidelidade à região, ingredientes utilizados, técnicas, apresentação e sabor, serão os critérios utilizados para avaliação. O restaurante vencedor receberá como prêmio uma placa que ficará exposta no seu estabelecimento. O concurso acontecerá no decorrer da festa e a premiação será no encerramento, às 22h. Porém, durante todo o evento as pessoas interessadas poderão se deleitar com os pratos típicos.

CURIOSIDADES DA CULINÁRIA
Para os amantes de um bom vinho, durante toda a festa, o tradicional Vinho Verde Português será servido nas barracas. O Vinho Verde é um vinho naturalmente leve e fresco, produzido na Região Demarcada dos Vinhos Verdes, no noroeste de Portugal. Com baixo teor alcoólico, e, portanto menos calórico, o Vinho Verde é uma bebida frutada, fácil de degustar e ótima como aperitivo ou para harmonizar com refeições leves e equilibradas.

O público poderá ainda degustar o tradicional Pastel de Nata, mais conhecido como Pastel de Belém por ter sua origem no tradicional bairro de Belém, em Lisboa. O veterano doce Português é um pastel assado no forno, em fôrmas de empada, tendo massa folhada no fundo e lados. O recheio é feito de gemas e nata (creme de leite), um pouco de farinha de trigo e casca ralada de limão.

Não poderia faltar o tradicional bacalhau. O famoso ingrediente da culinária lusitana será servido de diversas formas e por vários restaurantes durante a festa. O bacalhau possui um estatuto único na cozinha portuguesa, pois é ao mesmo tempo um alimento muito frequente no seu receituário e um símbolo da própria identidade nacional.

SERVIÇO
Dia: 18 de junho
Horário: das 12h às 22h
Local: Praça Marília de Dirceu (Lourdes)
Entrada: gratuita
Informações: (31) 3213-1557
Estimativa de público: entre 10 e 12 mil pessoas

PROGRAMAÇÃO
12h – Abertura oficial – (execução dos hinos de Portugal e do Brasil pela Banda da Polícia Militar de Minas Gerais)

12h30 – Apresentação do Coral Luis de Camões

13h às 14h – Ato Poético - Poesia portuguesa (O polo de Pesquisa em Poesia Portuguesa Moderna da Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais convida para um encontro com a poesia portuguesa)

14h30 – Apresentação do músico português Carlos Almeida (músicas populares portuguesas, fados e outras novidades do universo musical português)

16h – Apresentação do Grupo Folclórico Gil Vicente (do Centro da Comunidade Luso Brasileira de BH, com suas músicas e danças folclóricas portuguesas)

17h – Transmissão do jogo Portugal X Áustria (Eurocopa 2016)

18h – Apresentação do grupo de Chorinho Isto é Nosso (execução de melodias clássicas de Pixinguinha, Ernesto Nazareth, Jacob do Bandolim e outros mestres)

20h30 – João Pires apresenta o espetáculo Coladera (Coladera é um ritmo popular caboverdiano originada de ritmos como o fado português e o lundum angolano. Também foi influenciado pelo samba, a ruma e a cumbia)

21h45 – Entrega do Prêmio Melhor Prato Alentejano da Festa Portuguesa 2016

22h – Encerramento

Nenhum comentário:

Postar um comentário

É uma prazer receber sua visita. Obrigada pelo comentário.