quarta-feira, 15 de junho de 2016

Festival de Tiradentes

5°FESTIVAL DE BLUES & JAZZ EM TIRADENTES

Consagrado evento reúne artistas nacionais e internacionais na cidade histórica



A charmosa cidade de Tiradentes irá receber, entre os dias 23 e 25 de junho, o 5º Festival de Blues & Jazz reunindo os amantes dos gêneros musicais em torno de oito bandas, com entrada gratuita. Realizado desde 2012, o evento se tornou um sucesso com a mistura dos dois ritmos e vem atraindo cada vez mais público: a expectativa para essa edição é que 9 mil pessoas prestigiem o Festival, que será realizado pela primeira vez no Santíssimo Resort.

Os shows acontecem na Tenda Bar, espaço que conta com estrutura ampla, coberta, com praça de alimentação e bebidas para receber com mais conforto e segurança o público do festival. Além de manter a aclamada mistura de jazz e blues a organização do evento aposta também em atrações que foram sucesso nas edições anteriores, como o artista Mark Lambert, que volta aos palcos do festival pelo quinto ano consecutivo.

Para Milton Furtado, diretor da Production Eventos e um dos organizadores do Festival, o evento já se consolidou como um dos principais do gênero. “O Festival de Blues & Jazz é aguardado com ansiedade pelo público que marca presença durante os três dias do evento. A cada ano o formato vem se consolidando e atraindo mais público, principalmente pelo clima histórico e aconchegante que Tiradentes proporciona os visitantes”, conta.

O festival começa às 19h30 no dia 23, quinta-feira, com apresentações de Alexandre da Mata & The Black Dogs, Affonsinho e Radio Blues. Na sexta-feira, dia 24, às 18h, é a vez do público curtir a apresentação de The Yer Blues Band, Igor Prado Band e Jackie Scott. Para fechar a programação, no sábado, começando às 12h30, sobem ao palco Pro-Music Blues Band, Big Joe Manfra e Mark Lambert & Trio.

O Festival de Blues & Jazz é apresentado por X11 Expert Riders, organizado pela Production Eventos, produzido pelo Grupo Berg e realizado pelo Ministério da Cultura com o incentivo da Secretaria Estadual de Cultura. E tem como patrocinador a Honda, com o co-patrocínio da Pirelli, Zoom Moto Center, Cervejaria Backer, BH Harley-Davidson, Kawasaki, Triumph BH, Indian Motorcycle BH, Urban Helmets e Mobil Super Moto. O evento conta com o apoio da Prefeitura Municipal de Tiradentes, Corpo de Bombeiros e Polícia Militar.

PROGRAMAÇÃO

Data: 23/06 – Quinta-feira
Local: Santíssimo Resort
19h30 – Alexandre da Mata & The Black Dogs
21h30 – Affonsinho e Radio Blues

Data: 24/06 – Sexta-feira
Local: Santíssimo Resort
18h00 – The Yer Blues Band
19h30 – Igor Prado Band
22h00 – Jackie Scott

Data: 25/06 – Sábado
Local: Santíssimo Resort
12h30 às 15h – Pro-Music Blues Band
19h00 – Big Joe Manfra 
22h00 – Mark Lambert & Trio

ATRAÇÕES DO FESTIVAL

Mark Lambert &Trio - Comandado pelo guitarrista Mark Lambert tem seu foco no Swing Jazz da década de 30, mas passeiam pelo funk de James Brown e pelo R&B de Ray Charles. O repertório do show inclui sucessos como “Let the Good Times Roll” (Ray Charles), “Caldonia” (Louis Jordan) e “Jump, Jive an’ Wail” (Louis Prima). Além das melhores músicas dançantes do RB, Soul & Funk, como “Sex Machine”(James Brown) e “Dance To The Music” (Sly & the Family Stone) e também um pouco de Banda Black Rio. Popularizado nos anos após a Segunda Guerra Mundial por Louis Jordan, Ray Charles e Louis Prima, o gênero junta a espontaneidade do Jazz improvisado com os ritmos dançantes de R&B.

Affonsinho - Cantor, compositor, instrumentista e produtor, Affonsinho foi um dos fundadores do grupo carioca Hanoi Hanoi. É autor de “Gentil Loucura”, primeiro sucesso do Skank. Estudou na famosa Berklee College of Music (EUA) e é considerado um dos melhores guitarristas de blues e rock do Brasil. Foi eleito o melhor instrumentista do Festbelô 2000 e agraciado com o Troféu ProMúsica, na categoria de melhor cantor. Antes desse novo disco de blues, o músico já havia lançado dez discos autorais no Brasil e Japão (Dubas e NRT) e outros dois de releituras. Emplacou diversas canções em várias FMs do país e foi gravado por dezenas de artistas, como Sandra de Sá, Fernanda Takai, Verônica Ferriani, Samuel Rosa, Celso Fonseca, Alexia Bomtempo, Vander Lee, Marina Machado, entre outros.

Big Joe Manfra – Com 20 anos de estrada, dois CDs solo (Big Joe Manfra e Big Joe Manfra 2) e o CD “Blues Etc” (com o gaitista Jefferson Gonçalves), o músico se consolidou como um dos principais artistas do meio blues no país. Para comemorar uma década de carreira, o guitarrista e cantor Big Joe Manfra gravou o DVD “Big Band Ao Vivo”, registro do encontro de grandes instrumentistas e intérpretes do blues, além de ser o primeiro DVD de um intérprete brasileiro de blues. Ao longo de sua carreira Big Joe Manfra procurou uma sonoridade que tivesse sua marca pessoal. A frente dos vocais a partir do segundo CD, buscou não se restringir ao blues tradicional, aliando a energia de seu lado rock e a influência do jazz em seus arranjos ao estilo nascido no Mississipi.

Igor Prado Band – O músico Igor Prado começa a se interessar pela guitarra aos 11 anos e logo se apaixonou pela linguagem do blues, com 16 anos já tocava em bares e festivais com liminar da justiça por causa da pouca idade. Desenvolveu um estilo um pouco diferente de tocar, pois autodidata e canhoto aprendeu virando uma guitarra de destro de cabeça para baixo, Igor é um canhoto que toca com as cordas invertidas do instrumento. Aprofundou-se na linguagem do Blues tradicional e West Coast Swing, estilo que mistura o blues com elementos do Swing, famoso movimento de jazz dançante dos anos quarenta. A Igor Prado Band é formada por seu irmão Yuri Prado na bateria, Rodrigo Mantovani no contrabaixo elétrico e acústico e Denílson Martins no Saxofone Barítono. Em 2016 foram indicados ao Blues Music Awards, o “Oscar” do Blues Americano na categoria “Best New Artist Album”, um feito histórico, se tornando o único artista não-americano indicado na renomada premiação.

The Yer Blues Band - A Yer Blues é uma banda formada em 1997 dedicada à memória dos mestres do blues. Carrega a marca forte de BB King, Muddy Watters, Albert King, Robert Johnson, Buddy Guy. Seu repertório contempla também o que há de melhor do rhythm and blues como Eric Clapton, Stevie Ray Vaughan, Jonh Mayall, Peter Green, entre outros, além de composições próprias. A Yer Blues traz um som consistente e se compromete com uma viagem no tempo e no espaço, fazendo uma ponte entre o passado e o presente, entre Belo Horizonte e o blues do Mississipi, Texas e Chicago, trazendo na alma de seus músicos toda a intensidade do gênero.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

É uma prazer receber sua visita. Obrigada pelo comentário.