quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Praça da Matriz de Montes Claros

Manhãs na Praça

As manhãs de domingo na Praça da Matriz de Montes Claros são um convite à tranqüilidade, ao bate-papo com os amigos e à experimentação.
Primeiro das guloseimas que saltam aos olhos, invadem a mente e acalmam o coração.

Depois, da multiplicidade de cores e linguagens vindas de todos os cantos que aguçam nossos sentidos. A poesia declamada ao vivo na tenda do projeto cultural Livro na Praça. O batuque do atabaque e do djembê das rodas de capoeira. A música barranqueira que vem do coreto e nos faz sentir saudade da saudade.

No entorno da praça, as barraquinhas dos artesãos expõem a criatividade. Roupas, bijus, bonecas, instrumentos musicais, namoradeiras; uma infinidade de objetos que nos faz lembrar que a féria do mês anda curta.

Às vezes tem novidade, com show ao vivo, lançamento de livro, apresentação teatral e até desfile de moda. No último domingo, por exemplo, teve o lançamento da quarta edição da revista do Instituto Histórico e Geográfico de Montes Claros, reunindo grandes nomes da literatura nortemineira.

A turma de enxadristas também bate o ponto na praça. Concentrados, chamam atenção dos transeuntes que param para ver um ou outro xeque-mate.

Emoldurando toda essa festa, a história sesquicentenária montesclarina, através dos casarios, da sublime imponência da igreja de Nossa Senhora e São José e da Praça da Matriz que é a raiz dessa imensidão que se tornou a Princesa do Norte.

Quem passa pela Praça da Matriz no domingo, pára, deixa, e leva um pouco para si.

terça-feira, 15 de setembro de 2009

Terça Cultural

Projeto apresenta lançamento da banda 
Louva Jah

Dando seqüência à variedade artística e de estilos musicais apresentados desde o início, o Terça Cultural apresenta hoje (15/09) o lançamento da banda de reggae “Louva Jah”, grupo formado por Edu Lemos (guitarra e vocais), Ras Nazareno Marvin (contrabaixo e vocais) e Virgílio Valadão (percussão e bateria) . O espetáculo acontece às 21 horas, no Centro Cultural Hermes de Paula.

Louva Jah
Apesar de ser um projeto novo, os integrantes já atuam na cidade há um bom tempo. Edu Lemos e Virgílio Valadão são integrantes da banda Maracutaia S/A e Ras Nazareno Marvin guitarrista da banda Seu Istylinga.

As críticas são altamente positivas entre os adeptos da música no estilo reggae, que certamente comparecerem para prestigiar o lançamento do grupo e acompanhar a apresentação dos músicos.

O Terça Cultural é uma realização da Secretaria Municipal de Cultura em parceria com o movimento Coletivo Plug e agentes culturais parceiros.

Terça Cultural
No dia 1º de setembro, o projeto apresentou o especial de cinema com o filme “Across the Universe”, um musical com obras dos Beatles. Ao final da exibição, houve debate com a jornalista e produtora Lara Araújo.

No último dia 08, foi realizado um concerto com o pianista André Marques Dutra, do Rio de Janeiro, que apresentou notável performance com a participação de Beto Rey, que fez citações literárias e intervenções poéticas.

sábado, 12 de setembro de 2009

Carnamontes 2009

Encontro do axé com sertanejo em Montes Claros

O encontro da música baiana com o sertanejo universitário acontece na 13ª na maior micareta do Norte de Minas, o Carnamontes 2009, que acontece neste final de semana, dias 12 e 13 de setembro, na Praça dos Jatobás, em Montes Claros.
O cantor Alexandre Peixe e a dupla Jorge & Mateus voltam a se encontrar neste sábado, 12, e prometem relembrar o sucesso que fizeram juntos no Carnaval de Salvador 2009. A mistura de ritmos acontece a partir das 22 horas, em circuito fechado, com entrada gratuita para os foliões.

Pela primeira vez, a dupla sertaneja leva para a cidade mineira seu novo projeto “Jorge & Mateus Elétrico” cantando o sertanejo em cima do trio elétrico. Esta relação com o axé começou no Carnaval de Salvador, em 2008, ao lado de Alexandre Peixe.

Jorge & Mateus levaram o sertanejo para o trio elétrico do carnaval mais famoso do mundo, viram que a fórmula dava certo e o público aprovou.
Repetiram este ano e ampliaram os parceiros da música baiana gravando, além da parceria com Peixe (¨Deixa eu te amar¨ e ¨Não sai da minha vida¨ que está nos dvds dos dois artistas respectivamente JeM e Peixe); com Durval Lélys, vocalista do Asa de Águia (“Vou Fazer Pirraça”).

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Encontro dos Jornalistas em Assessoria de Comunicação de Minas Gerais

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais (SJPMG) está organizando os últimos preparativos para o Encontro dos Jornalistas em Assessoria de Comunicação de Minas Gerais (Enjac Minas 2009), que será realizado nos dias 18, 19 e 20 de outubro. 

O Encontro reunirá, em Belo Horizonte,  jornalistas, estudantes e professores de Jornalismo de todo o estado, além de convidados conhecidos nacionalmente.

As inscrições podem ser feitas até o dia 14 de setembro exclusivamente pela Internet, no site http://enjac.blogspot.com, onde podem ser obtidas mais informações sobre o evento. As vagas são limitadas. O prazo para a entrega de teses para o Enjac Minas termina nesta dia 8 de setembro, terça-feira.

O Encontro contará com debates sobre a função do assessor de imprensa e a nova regulamentação profissional; os problemas e desafios das assessorias de comunicação sindical, pública e empresarial; e a ética e a formação profissional.

sábado, 5 de setembro de 2009

Cinema Comentado Cineclube

Em setembro, o Cinema Comentado Cineclube de Montes Claros traz uma programação de filmes diferentes e de alta qualidade para todos os interessados na Sétima Arte. Serão exibidos:

 05/09 – “Houve uma Vez Dois Verões” (2002), dir: Jorge Furtado.
12/09 – “11 de Setembro” (2004), produção de Alain Brigand.
19/09 – “Sábado” (1994), dir: Ugo Giorgetti.
26/09 – “Estorvo” (2000), dir: Ruy Guerra.



A sessão deste sábado, 05/09, apresenta "Houve uma vez dois verões" (2002), primeiro longa-metragem do gaúcho Jorge Furtado – conhecido pelos sucessos de “Ilha das Flores”, “O Homem que Copiava”, “Meu Tio Matou um Cara” e “Saneamento Básico, o Filme”.
Chico, adolescente em férias na “maior e pior praia do mundo”, encontra Roza num fliperama e se apaixona. Transam na primeira noite, mas ela some. Só mais tarde, já de volta a Porto Alegre e às aulas de química orgânica, é que ele vai reencontrá-la. Chico quer conversar sobre “aquela noite”, mas Roza conta que está grávida. Até o próximo verão, ela ainda vai entrar e sair muitas vezes da vida dele.

O filme
Em pleno começo do século 21, os adolescentes representam a maior parte do público dos cinemas. No entanto, o cinema brasileiro tem pouca tradição em filmar dilemas e histórias que tratem especificamente do universo deste delicado período de passagem da infância para a vida adulta. Houve uma vez dois verões aborda, com atenção e sensibilidade, os pequenos rituais da vida adolescente – principalmente, a descoberta das aventuras e desejos sexuais que tanto marcam essa fase da vida. Assim, consegue mostrar a importância dos pequenos momentos na formação de um indivíduo.

Furtado constroi uma trama envolvente que passeia pelas emoções (e contradições) do “primeiro amor” com trilha sonora inventiva e abordagem despretenciosa do universo adolescente.

Complementando a sessão, "O diário aberto de R." (2003), curta-metragem de Caetano Gotardo, também apresenta a entrega dos jovens “a seu despertar para a vida”. O diário de Caio traz suas confidências escritas na carteira da sala de aula, ao alcance de qualquer um. No fundo, é a exposição e ousadia emocional da juventude, o seu “peito-aberto” para a vida que marcam esses filmes tão reveladores e sentimentais. Classificação etária: 12 anos.

O Cinema Comentado Cineclube acontece todo sábado, a partir das 19h, na sala 44 do Sesc – Rua Viúva Francisco Ribeiro 199 (Ginásio do Sesc). A entrada é gratuita e há sempre um bate-papo após as exibições.

Programa Mais Cultura

Ministério da Cultura investirá R$ 13,5 milhões no semiárido brasileiro


O Ministério da Cultura (MinC), por meio do Programa Mais Cultura, investirá R$ 13,5 milhões no semiárido brasileiro. A ação de Microprojetos Mais Cultura beneficiará especialmente jovens entre 17 e 29 anos, oriundos de áreas de vulnerabilidade social, que desenvolvem projetos culturais nas mais diversas linguagens.

O projeto será executado em parceria da Fundação Nacional de Artes (Funarte), do Banco do Nordeste (BNB) e das secretarias de Cultura dos onze estados que integram a região do semiárido - Paraíba, Alagoas, Ceará, Piauí, Bahia, Rio Grande do Norte, Sergipe, Maranhão, Pernambuco, Minas Gerais e Espírito Santo. Serão selecionadas, através de editais estaduais, cerca de 1,2 mil iniciativas. Cada uma será premiada com até 30 salários míninos.

O objetivo da ação é promover a diversidade cultural por meio do fomento e incentivo aos artistas, grupos artísticos independentes e pequenos produtores culturais. Os prêmios serão concedidos a pessoas físicas e jurídicas sem fins lucrativos que desenvolvam projetos nas áreas de artes visuais, artes cênicas, música, literatura, audiovisual e artes integradas. Os projetos deverão ser realizados e concluídos em um ano, a partir da data de assinatura do contrato de concessão de prêmio.
Os candidatos pessoa física deverão residir nos municípios onde pretendem realizar seus projetos. No caso de pessoa jurídica, deverão comprovar a realização de atividades socioculturais e ter sua sede no município onde desenvolvem ou pretendem realizar seus projetos.

Participam da seleção dos Microprojetos, além de representantes da sociedade civil, os Conselhos de Cultura e da Infância e Juventude dos municípios que possuem esses órgãos. Os projetos selecionados serão encaminhados para a seleção estadual, cujas comissões serão compostas por representantes das Secretarias de Cultura / Fundações estaduais, Secretaria de Articulação Institucional do Ministério da Cultura e Fundação Nacional de Artes (Funarte).

Os prazos de encerramento de inscrições podem ser verificados em cada um dos editais vigentes nos estados, publicados no Diário Oficial da União e dos 11 estados envolvidos, bem como nos sites do MinC (www.cultura.gov.br), da Funarte (www.funarte.gov.br), do BNB (www.bnb.gov.br), do INEC (www.inec.org.br) e do Programa Mais Cultura (http://mais.cultura.gov.br/)