quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Blues, poesia e rock

Mistura marcante do cantor Digo Ribeiro


Nesta sexta-feira, 28 de outubro, sexta-feira, o cantor de folk rock e blues, Digo Ribeiro, desembarca em Montes Claros para fazer seu primeiro show em terras Norte Mineiras. Digo, que mora em Belo Horizonte, é um dos grandes destaques da atual cena independente da música mineira. O cantor recentemente produziu o CD “Pra quando louco for eu” e está em divulgação desse trabalho.

Digo Ribeiro iniciou seus trabalhos na música em 2004, interpretando composições próprias no violão. Com influências dos mutantes de Rita Lee e Arnaldo Batista, do Pink Floyd de Roger Walters e David Gilmor e ainda de Secos e Molhados de Ney Matogrosso, Digo consegue colocar emoção em voz e fazer um show surpreendente.

Em 2007 o artista uniu-se a banda “Prótons e Elétrons” tomando a frente os vocais onde ficou por um ano. No ano de 2008, Digo reiniciou seu trabalho com violão e voz, onde toca e canta uma mistura de rock, blues e folk/rock. Ele canta o mundo contemporâneo de forma crítica, instigante e poética sem deixar de lado as possibilidades de sonhar com um mundo mais positivo.

Serviço

Digo Ribeiro se apresenta a partir das 22h, no Vilarejo Music Bar (avenida Dulce Sarmento, 233, São José). A entrada custa R$ 20,00.

Chorinho e gastronomia

Diamantina Gourmet ao som de chorinho


No Dia Nacional da Cultura (05/11), começará a segunda edição do Festival de Gastronomia e Cultura Diamantina Gourmet. Até o dia 15 de novembro, a cidade de Diamantina estará repleta de aromas e melodias. Durante o período, dez estabelecimentos da cidade oferecerão menus especiais, que homenageiam um compositor de chorinho. O objetivo do festival é associar os temperos e receitas da culinária local ao estilo musical, proporcionando o intercâmbio entre música e gastronomia. Os preços variam de R$38 a R$45, por pessoa.

O evento conta ainda com uma vasta programação cultural, que inclui a exibição de filmes e documentários - do canal GNT e do acervo do IPHAN - e do longa-metragem O Mineiro e o Queijo; as feiras de Cultura e de Artesanato, o Café no Beco e diversas apresentações de música. Promovido pela ADELTUR (Associação Diamantinense das Empresas Ligadas ao Turismo) e pela Prefeitura Municipal de Diamantina, o Festival de Gastronomia e Cultura Diamantina Gourmet consolida Diamantina como um destino turístico reconhecido em todo país.

Estabelecimentos participantes:

Restaurante Relíquias do Tempo
(38) 3531-1627

Al Árabe
(38) 3531-2281

Deguste Dressing
(38) 3531-1030

Livraria e Café Espaço B
(38) 3531-6005

Restaurante Apocalipse
(38) 3531-3242

Restaurante Caipirão
(38) 3531-1526

Restaurante O Garimpeiro
(38) 3532-1040

Recanto do Antônio
(38) 3531-1147

Athenas do Norte Delicatessen
(38) 3531-8623

Restaurante O Diamante
(38) 3531-1561

 

Meios de Hospedagem:

Pousada do Garimpo
(38) 3532-1040

Pousada Relíquias do Tempo
(38) 3531-1627

Diamante Palace Hotel
(38) 3531-1561

Estância do Salitre
(31) 9168-5413

Hotel Montanhas de Minas
(38) 3531-5333

Pousada dos Cristais
(38) 3531-3923

Pousada Vale do Garimpeiro
(38) 3531-3844

Pousada Vila do Imperador
(38) 3531-3061

Hotel Ribeirão das Pedras
(38) 8816-1316

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

A Flauta Mágica

Die Zauberflöte - Ópera em dois atos

Música de Wolfgang Amadeus Mozart e libreto de Emanuel Schikaneder, composta em 1791, mesmo ano do falecimento de Mozart


Com produção do Ensemble Lirais (cantores líricos das gerais) do qual participam professores e alunos do Conservatório Estadual de Música Lorenzo Fernandez (CELF ) e da Unimontes, A Flauta Mágica será apresentada ao público apreciador do gênero numa versão em português feita pelo Maestro Carlos Eduardo Prates e adaptada a nossa realidade com algumas reduções e substituição dos diálogos por narração. O espetáculo será nos dias 27, 28, 29,30 de outubro de 2011, no auditório do CELF. 

A ópera foi escrita no séc. XVIII época em que brotava o Iluminismo ou Era da Razão, despertado por filósofos como Baruch Spinoza, John Locke, Pierre Bayle e pelo matemático Izaac Newton e cujo centro foi na França, liderados por intelectuais como Denis Diderot, Voltaire, Montesquieu e outros. Período este que se denominou Século das Luzes, onde se incutia o uso da razão e da sabedoria para se obter uma vida melhor, a fim abolir superstições cultivadas durante a Idade Média que colocava a maioria dos seres humanos numa condição limitada de pensamento e de ação, rumo a um pensamento renovado de justiça e igualdade para superar as artimanhas dos governantes e de outros poderes da época.

O autor do libreto se inspirou em várias fontes literárias tal qual o conto de fadas Lulu Oder Die Zauberflöte de Christoph Martin Wieland, elementos mágicos originaram-se da peça Megära de Philipp Hafner e elementos maçônicos do romance Sethos de Jean Terrasson, ambientado no Egito antigo onde se supõe seja o local do surgimento dos rituais da maçonaria.

O Papageno, vendedor de pássaros, e outras situações de humor contidas na ópera foram inspirados no teatro popular vienense.

Os personagens principais Tamino (príncipe egípcio) e Pamina (princesa, filha da Rainha da Noite) encorajados por Sarastro (grão sacerdote de Ísis e Osíres), conselheiro que detém o poder pela sabedoria e não pela força, enfrentam e vencem as provas impostas pelo Templo da Sabedoria , conseguindo a realização de uma união ideal. Sarastro um verdadeiro guia, mostra o caminho para conseguir autonomia e liberdade de pensamento, se contrasta com a Rainha da Noite, a vilã da história que representa tudo aquilo que o iluminismo condena, ou seja, a superstição, a irracionalidade, a aristocracia, a tirania e a subordinação social e intelectual.

Dos elementos da maçonaria (da qual Mozart e Schikaneder faziam parte) o que se vê são os rituais de iniciação, provas pelas quais passam Tamino e Pamina, a fim de concretizarem o amor mútuo ao final da história.

A construção da música foi inspirada no Singspiel (lit.”brincadeira cantada”), um drama musical alemão caracterizado pelo diálogo falado alternado com canções, baladas e árias que às vezes são líricas, estróficas e ora tomam formas que lembram as canções folclóricas.

Todos estes elementos aliados à genialidade musical do compositor austríaco Mozart fizeram da Flauta Mágica a melhor, mais apreciada e representada ópera do autor.

A direção geral será de Maristela Cardoso (foto) responsável pela introdução do exercício da ópera na cidade e região atuando desde 1988 com a inesquecível Madame Butterfly de Puccini até os dias de hoje com a mesma garra, empenho, dedicação e amor pela causa. Ela que, além de valorizar os já consagrados cantores, incentiva e oportuniza aspirantes a fim de fortalecer e solidificar o movimento de ópera local, contribuindo de forma exemplar no engrandecimento e diversidade da nossa cultura.

De Belo Horizonte e com larga experiência no ramo, diretamente do Palácio das Artes teremos Francisco Mayrink na direção artística. É um grande nome que aqui atua desde a primeira montagem e que é admirado e respeitado pelo talento, desempenho e profundo conhecimento do gênero. Será também dele o figurino desta montagem.

E de Vitória do Espírito Santo receberemos a cantora no papel da Rainha da Noite, soprano Patrícia Eugenio, que vai enriquecer o elenco de cantores líricos de nossa cidade. Cenário e produção gráfica de Tânia Artes, Ifigênia Alkquimim e Rodrigo Rodrigues. Assessoria de Roberto Mont’Sá e Christiane Franco e acompanhamento instrumental de Izaías Ramos, Francisco Stehling e Bete Meira.

SERVIÇO:

A FLAUTA MÁGICA
Local: Auditório do Conservatório Lorenzo Fernandez
Data: 27, 28, 29,30 de outubro de 2011
Horário: 21h  
Entrada franca com retirada de convites no Conservatório, na Unimontes (Departamento de Artes) ou com os componentes da ópera. Serão fornecidos dois convites por pessoa.

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Forró em Bocaiuva

Quem anima a festa é a banda cearense Aviões do Forró


O colega jornalista Paulo Brandão nos avisa que Bocaiuva recebe nesta sexta-feira, 21 de outubro, uma das maiores bandas de forró do Brasil, “Aviões do Forró”.

O evento acontece na Praça da Matriz do Senhor do Bom Fim e promete atrair milhares de pessoas. O show está marcado para as 22 horas, sendo que a abertura dos portões será a partir das 18 horas. Os ingressos estão sendo vendidos na Rivas Som, na Avenida Francisco Dumont, Centro, de frente ao Banco Itaú, e na Praça Wan Dyck Dumont, ao lado da prefeitura.

A banda cearense completou recentemente nove anos de sucesso e é liderada por Xand Aviãoe Solange Almeida. O “Aviões” já realizou duas turnês internacionais. A primeira foi em 2008, nos Estados Unidos e a segunda, em fevereiro de 2011, onde a banda realizou quatro shows pela Europa.

Cinema Comentado

Filme do diretor Emir Kusturica celebra o futebol e a personalidade do polêmico Maradona                 
     
Neste sábado, dia 22/10, o CineSesc e o Cinema Comentado Cineclube apresentam a estréia do documentário Maradona (2010), do premiado diretor (e fanático por futebol) Emir Kusturica. O cineasta celebra, no filme, a história de Diego Maradona: um herói desportivo, um artista brilhante, um ídolo em decadência e uma inspiração para milhões de pessoas por todo o mundo. De Buenos Aires a Nápoles, passando por Cuba, Kusturica traça um retrato da vida do atleta, desde o seu início até alcançar a fama mundial – da mais espetacular ascensão à inevitável queda.

Pelé é o maior jogador de futebol de todos os tempos, mas Diego Armando Maradona foi certamente o mais folclórico. No documentário, o “dono da camisa 10” é exposto como o homem por trás do mito. A película, que evita a narrativa linear e cronológica, enfatiza o gol contra a Inglaterra nas quartas-de-final da copa de 1986 (“o gol do século”); cria livre associação entre a vitória e uma suposta vingança pela Guerra das Malvinas; e explora bastante o tom politico, mostrando um hilário encontro com Fidel Castro, um agressivo discurso anti-Bush, e as várias críticas à politicagem da FIFA.

O documentário foge dos padrões convencionais e é assomadamente passional e pessoal, nada isento. No entanto, apesar de reforçar o mito, Kusturica mostra um Maradona humano, que reconhece seus erros, e desconstrói a imagem de uma pessoa arrogante. A idolatria do diretor encobre fatos conhecidos e parece isentar o ídolo de muitas “mancadas” – como o envolvimento com a cocaína e com a máfia napolitana. A abordagem do tema (drogas) é feita de maneira muito subjetiva, com Maradona afirmando que se sentia “como em um sonho do qual não se pode acordar”.

O tom confessional da narrativa é reforçado pelos depoimentos do jogador: “Existe um monte de coisas das quais sinto uma culpa terrível, dentro de mim. Podem falar que estou bem, que estou melhor ou que estou pior que antes. Mas isto não está dentro de mim. Eu sei a culpa que tenho, e isso não posso mudar. Emir, sabe que jogador eu teria sido sem a cocaína? Que jogador nós perdemos! O que me amarga a boca é que eu poderia ter sido mais do que sou. Te garanto”.

Emocional e emotivo, Maradona é uma obra que reflete perfeitamente o cinema anárquico e humanista de Emir Kusturica – cineasta sérvio de intensa criatividade e muitos prêmios por filmes como “Quando Papai Saiu em Viagem de Negócios”, “Arizona Dream” e “Underground-Mentiras de Guerra”. Classificação indicativa: 14 anos.

O CineSesc e o Cinema Comentado Cineclube acontecem aos sábados, a partir das 19h, no Salão de Convenções do Sesc-Pousada Montes Claros – Rua Viúva Francisco Ribeiro 199 (Ginásio do Sesc). As sessões são gratuitas, abertas a todos os interessados, e depois acontece um bate-papo com a platéia sobre o filme apresentado.

PRÓXIMAS ATRAÇÕES – Mostra Cinema e Artes

29/10 – Curta Circuito: “O Rap do Pequeno Príncipe contra as Almas Sebosas” (2000), dirigido por Paulo Caldas e Marcelo Luna.

Ballet

“Pessoa” promove diálogo entre músíca, teatro, cinema e literatura


O diálogo entre a música, cinema e literatura através da dança é o roteiro do espetáculo “Pessoa”, que o Studio Jaqueline Pereira apresenta à comunidade acadêmica do campus-sede, nesta quinta-feira (20/10), às 20h30, na quadra 2 do Centro Esportivo Universitário Reitor João Valle Maurício. O acesso é gratuito.

A companhia tem uma parceria formalizada com a Universidade Estadual de Montes Claros para apresentação do espetáculo de dança contemporânea de forma itinerante em quatro de seus campi no Norte de Minas. A estreia foi realizada no dia 3, no campus de São Francisco; no dia 7, foi a vez da comunidade universitária de Salinas acompanhar o “Pessoa”. A turnê encerra-se no dia 24, no campus de Januária.
 
A produção artística tem o apoio das empresas Novo Nordisk, Transnorte e Fiat Polígono, através da Lei Federal de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet) e da Lei Estadual de Incentivo à Cultura – Lei de Renúncia Fiscal.
Os bailarinos-intérpretes levam ao palco as inquietações do homem, num espetáculo intimista, inspirado em personagens da literatura, em filmes e em situações rotineiras do cotidiano da vivência da coreógrafa. “É um trabalho de observação. O espectador se coloca num estado contemplativo. O corpo humano é o elemento principal para transmitir a mensagem revelada ao longo do espetáculo, mas que deve ser concebida de forma particular pelo público”, explica a coreógrafa Jaqueline Pereira.

A trilha sonora exclusiva é composta pelo músico Rafael Carneiro e cenografia assinada pelo artista plástico João Rodrigues. O espetáculo “Pessoa” é também momento de celebração aos 25 anos de trajetória do Studio de Ballet Jaqueline Pereira.

domingo, 16 de outubro de 2011

E é só o começo

Quando a chuva molha a terra árida do sertão, no coração do norte-mineiro a esperança se renova. Mas apesar das boas novas, a chuva também trás alguns transtornos, especialmente devido à falta de prevenção. Na manhã deste domingo o vento derrubou uma árvore que espalhava seus galhos pela Avenida João Chaves, em frente ao Conservatório Lorenzo Fernândez, no bairro Jardim São Luis, em Montes Claros.
Certamente a árvore carecia de uma poda há muito tempo, mas precisou um vento forte arrancar alguns galhos para que esta pode fosse providenciada. Felizmente domingo não há aula no conservatório e ninguém ficou ferido.

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Conexão Vivo

Um show de brasilidade

Vander Lee é uma das atrações do Conexão Vivo

A Vivo realiza neste final de semana, em Montes Claros, mais uma edição do Conexão Vivo,  com uma programação musical intensa, gratuitamente. Os shows acontecem na Praça de Esportes, de sexta-feira (14) a  domingo (16), a partir das 19 horas.

Artistas como Vander Lee, Paula Santoro e Pereira da Viola se revezarão no palco. Confira a programação:

14/10 - sexta-feira
Maurício Ribeiro convida Vinícius Augustus; Juarez Moreira convida Paula Santoro; Suíte para os Orixás convida Cléber Alves; Vander Lee convida Regina Souza.

15/10 - sábado
Thiago Delegado convida Aline Calixto; Wilson Dias e Pereira da Viola convidam Titane; Pedro Morais convida Marku Ribas; Gilvan de Oliveira convida Armandinho.

16/10 - domingo
Cléber Alves convida Teco Cardoso e Mauro Rodrigues; Sérgio Santos convida Chico Pinheiro; Alisson Menezes e A Catrupia convidam Madame Saatan.

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Espetáculo

Última semana de inscrições para o Unesc em Dança



Oficinas de Maquiagem artística para danças temáticas, Jazz intermediário, Figurino e cenografia, Hause dance e Danças urbanas. Estes são apenas alguns dos atrativos do 12º Festival Unesc em Dança, que está com inscrições abertas até o dia 15 de outubro pelo site www.unesc.net/emdanca. Já os interessados em participar das oficinas podem se inscrever até o dia do evento.


Confira mais detalhes sobre as oficinas:

O Unesc em Dança ocorrerá de 28 a 30 de outubro no Teatro Elias Angeloni e no campus da Universidade. As oficinas serão realizadas no dia 30, nas Salas de Dança 1 e 2 e no Auditório Ruy Hülse, no campus da Unesc. O evento contará com mostra oficial (júnior, sênior e avançado), mostra infantil, mesa-redonda e ciclo de filmes, além das oficinas.

Os grupos interessados devem ler atentamente o regulamento, preencher as fichas e enviar um DVD com a coreografia inscrita. Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail emdanca@unesc.net ou pelo telefone (48) 3431-2622.

Confira os horários das apresentações


O Unesc em Dança é um evento artístico-cultural, de âmbito estadual, com o objetivo de apresentar o panorama da dança de Santa Catarina, sob um aspecto não competitivo. Ele busca o aprimoramento técnico e artístico, garantindo o caráter didático-pedagógico por meio de oficinas e palestras, contribuindo para o desenvolvimento social e valorização da cultura e da arte. O festival é uma parceria entre o Setor Arte e Cultura da Unesc e a Fundação Cultural de Criciúma.

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Psiu Poético

Salão inicia 25ª temporada de poesias em Montes Claros

O Solar dos Sertões ficará aberto durante a programação do Psiu Poético
Nesta terça-feira, 04 de outubro, foi comemorado o Dia Municipal da Poesia em Montes Claros. A data é sempre marcada pela abertura do Salão de Poesia Psiu Poético, que acontece na cidade há 25 anos. O Psiu Poético vai até o dia 09.

Neste ano, uma das atrações da programação do salão é o espaço Solar dos Sertões, que sediará uma série de encontros, dentre eles, o Café Sertanejo.

O Solar dos Sertões, antigo Solar dos Oliveira, localizado na praça da Matriz, foi construído em 1856 e habitado até abril de 2004. Em 28 de setembro de 1999, o Casarão foi tombado pelo Patrimônio Histórico do Município e regulamentado pelo Decreto 1761 de 28 de Setembro de 1999. Em 2006 foi adquirido pelo Centro de Agricultura Alternativa (CAA-NM).
 
O Solar dos Sertões, como passou a ser chamado, tem o objetivo de ser um espaço permanente de promoção dos produtos e das manifestações culturais dos Povos e Comunidades Tradicionais da região. Além do Empório do Sertão, o Solar abrigará centro de documentação e história oral, arena de shows, área administrativa e espaço de comercialização dos produtos e de promoção da culinária regional.

Confira a programação:

07/10 - sexta-feira
19h30 - Lançamento do Livro da Irmã Mônica, apresentação da dança Maria Manteiga , de Porteirinha. Interação cultural e poetas e artistas regionais.

08/10 - sábado
19 horas - Lançamento do livro In memoriam de uma criança - os pais dela lançarão o livro. Interação cultural de poetas e artistas regionais.

09/10 - domingo
9 horas - Café sertanejo, aberto para toda a sociedade, a 5 reais.Interação cultural de poetas e artistas regionais.